O que são Prebióticos e Probióticos?

beneficios-dos-alimentos-probioticos

O que são Prebióticos e Probióticos?

Os nomes são estranhos, mas são parceiros indispensáveis para quem quer manter a saúde em dia!
Cada vez mais a ciência descobre alimentos que desempenham funções benéficas ao organismo humano, como prevenção de doenças, proteção de órgãos e tecidos, manutenção das reações básicas, entre outros. Esses alimentos são chamados alimentos funcionais.

De acordo com a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – propriedade funcional é aquela relativa ao papel metabólico ou fisiológico que o nutriente ou não nutriente tem no crescimento, desenvolvimento, manutenção e outras funções normais do organismo humano.

Os alimentos prebióticos são alguns tipos de fibras alimentares, carboidratos não digeríveis pelo nosso corpo. Isto é, possuem uma estrutura que os torna resistentes à ação de enzimas. Veja algumas funções destas fibras:

*Ajudam no equilíbrio da flora intestinal e melhoram o trânsito intestinal;

*Contribuem para a consistência normal das fezes, prevenindo assim a diarréia e a constipação intestinal;

*Colaboram para que sejam absorvidos pelo intestino somente as substâncias necessárias eliminando assim o excesso de glicose (açúcar) e colesterol, favorecendo, então a diminuição do colesterol e triglicérides totais no sangue;

*Estimulam o crescimento das bifidobactérias. Essas bactérias suprimem a atividade de outras bactérias que são putrefativas, que podem formar substâncias tóxicas.

Exemplos de prebióticos são: frutoologosacarídeos (FOS) e a inulina. Os FOS são obtidos a partir da hidrólise da inulina. Os frutooligosacarídeos estão presentes em alimentos de origem vegetal, como cebola, alho, tomate, banana, cevada, aveia, trigo, mel. A inulina é um polímero de glicose extraído principalmente da raiz da chicória. Ela se encontra também em alho, cebola, aspargos e alcachofra. A inulina extraída da chicória é produzida comercialmente e pode ser consumida por diabéticos como substituto do açúcar por conter de 1 a 2 kcal/g.

Os probióticos são outro tipo de alimentos considerados funcionais. São microorganismos que, quando ingeridos, exercem efeitos benéficos para a saúde. Esses organismos são adicionados aos alimentos, como os leites fermentados, por exemplo.

As mais conhecidas bactérias que exercem essa função são as Bifidobacterium e Lactobacillus, em especial Lactobacillus acidophillus. Elas agem produzindo compostos como as citoquinas e o ácido butírico que são antimicrobianos e antibacterianos, ou seja, favorecem a presença de bactérias benéficas ao organismo e diminuem a concentração de bactérias e microorganismos indesejáveis.

Outras funções dos probióticos:

*Aumentam de maneira significativa o valor nutritivo e terapêutico dos alimentos porque há um aumento dos níveis de vitaminas do complexo B e aminoácidos, além de melhorarem a absorção de cálcio e ferro;

*Fortalecem o sistema imunológico, através de uma maior produção de células protetoras;

*Aumentam a produção de lactase, sendo importantes para que tem intolerância a lactose (açúcar do leite).